Proteção Respiratória

Sistema cascata

11 jan 14 Por Claudinei Machado 0 comentários
Sistema-2Bcascata

Sistema cascata

Diagrama de operaçã o de um sistema cascata

  Os cilindros dos conjuntos autônomos de respiração podem ser abastecidos de duas maneiras: 

  •  A primeira é através de compressores de alta pressão para essa finalidade. São compressores especiais desenvolvidos para armazenar ar nos cilindros através de 2 ou mais estágios de compressão.
  • A segunda maneira é através de sistema cascata.

      O sistema cascata é uma técnica utilizada para encher os cilindros do conjunto autônomo de respiração de maneira fácil e rápida. No sistema cascata o ar de um, ou mais cilindros, com capacidade maior que o cilindro do conjunto autônomo são ligados em série a

 ele, pneumaticamente, e quando as válvulas dos equipamentos são habilitadas o ar flui do cilindro com pressão maior para o cilindro com pressão menor (por isso cascata) até 

equalizar as pressões. A partir desse ponto não há mais troca de gases, as pressões permanecem inalteradas e os cilindros dos equipamentos autônomo de respiração ficam carregados.
      Pode ser estações fixas, móveis ou embarcadas em unidades do corpo de bombeiro por exemplo. 

      Geralmente os cilindros do sistema cascata tem capacidades que variam de 30 a 50 litros. As pressões de armazenamento são as mesmas dos equipamentos autônomos de respiração, porém o volume total é maior. 

Fontes:

  • TORLONI, VLADIMIR. Ar respirável. Cap. 12, pag. 422 e pag. 423. Manual de proteção respiratória. Publicado por ABHO.

Claudinei Machado
CoFundador da Breathe Sistemas de ar respirável