Detecção de Gás Equipamentos PPR

Monitor de CO para Ar Respirável

28 nov 16 Por Claudinei Machado 0 comentários
monitor-de-co

Monitoramento contínuo do monóxido de carbono (CO) e alarme

A OSHA (1910.134.(i)(7)(13)  recomenda:

para compressores lubrificados a óleo deve-se usar alarme de temperatura elevada ou alarme de CO, ou ambos.”  Porem, no Relatorio Tecnico do NIOSH, apresentado no Apendice F “sistemas de ar  respirável para uso em respiradores de pressãopositiva em trabalhos de abatimento de amianto” (9) o autor do relatório recomenda, baseado em estudos realizados sobre o sobreaquecimento de compressores, que seja priorizado o monitoramento do CO e não o alarme de temperatura elevada, como se pode ler:  “deve ser instalado e estar funcionando monitor e alarme de monóxido de carbono no ar respirável que sai do  respirável do sistema de compressão”.

O  Programa de Proteção Respiratória da Fundacentro (PPR), 4° Revisão – 2016,  explica a mesma coisa. Em toda aplicação que se for utilizar ar comprimido fabril (lubrificado ou não) deve-se utilizar um monitor de CO conntínuo na linha.

Os fabricantes disponibilizam dois tipos básicos de monitor de CO: um que é específico para o CO e irá ignorar a presença de outros agentes químicos e somente alarmar em presença do CO (sensor seletivo, eletroquímico por exemplo)  e outro tipo, não especifico, que acusa a presença de certos gases, inclusive o CO (sensor não seletivo – semicondutor p.e).

O emprego de sensor não especifico, poderá alarmar mais vezes que se fosse utilizado o sensor especifico. O argumento de venda é que outros gases perigosos podem estar presentes no ar ambiente de captação do compressor.

A ocorrência de alarmes frequentes interrompe os trabalhos e isso pode onerar significativamente os custos e prejudicar a finalização do trabalho e a confiabilidade do sistema ao longo do tempo. Desligar o alarme nessas circunstancias é uma prática muito perigosa e DEVE ser evitada. O monitor de CO deve ser mantido calibrado, e toda vez que soar, é para ser respeitado. Quando o alarme soar e enquanto estiver soando devem ser coletadas amostras com a finalidade de verificar a presença ou ausência de CO. Se ocorrerem alarmes frequentes, deve-se procurar e eliminar  outras substancias que causaram o fato.

Se os alarmes continuam apesar dos esforços, procurar ajuda do fabricante do monitor: seja para obter um monitor novo do mesmo tipo para eliminar a possibilidade de defeito elétrico ou mecânico, ou procurar um monitor e alarme de fabricante diferente.

O monitor de CO deve estar instalado na saída do sistema de purificação de ar. O sinal de alarme do monitor pode ser visual ou sonoro. Quando o alarme visual acusar a presença do CO ela deve ser confirmada por medição e pelo sistema de luzes verde/vermelho. O sinal sonoro quando presente deve ser audível em local com ruído elevado e para isso deve ter pressão sonora elevada (80 a 90 dBA). O monitor pode ser ajustado  para alarmar em diferentes níveis de concentração mas para o ar de grau D, não deve ultrapassar 10 ppm.

Pensando no Novo PPR a Breathe desenvolveu um monitor de CO para ar respirável de baixo custo para adequar os cavaletes filtrantes e purificadores de ar respirável para a exigência deste.

 

Alimentado por rede elétrica (90 a 240VAC). Possui bargraf de leds indicando os níveis de contaminação da rede por monóxido de carbono (CO). Possui ainda um led que fica piscando (em flash) para indicar atividade e módulo Ok e outro led para indicar que a rede elétrica está Ok. Possui ainda um sonalarme (alarme sonoro) que é acionado caso a contaminação da rede de ar ultrapasse 10 ppm.  Possui saídas configuráveis a relé que podem acionar um alarme sonoro ou visual, habilitar um sistema de backup (cilindros de emergência) ou ainda bloquear uma rede de ar mandado comprometida por níveis de CO.

 

Consulte o Departamento técnico da Breathe para conhecer mais detalhes do Monitor de CO para ar  respirável.

 

Segue abaixo o link para baixar o folder do Monitor de CO para Ar Respirável e também o Novo PPR da Fundacentro (4° Revisão).

 CLIQUE AQUI para DONWLOAD